quarta-feira, 4 de abril de 2018

A Última Noite em Tremore Beach - OPINIÃO


Título Original: La Última Noche en Tremore Beach
Título: A Última Noite em Tremore Beach
Autor: Mikel Santiago
Editora: Jacarandá
Nº de Páginas: 334
Data de Publicação: Maio/2015
ISBN: 978-989-8752-70-3
P.V.P: 17,90€


Sinopse: 
Um compositor que perdeu a inspiração.
Uma casa isolada numa praia irlandesa.
Uma noite de tempestade que pode mudar tudo.
Peter Harper é um prestigiado autor de bandas sonoras que, após um divórcio ocmplicado, se refugia num lugar perdido da costa irlandesa a fim de recuperar a inspiração. Situada perto duma praia enorme e solitária, a casa de Tremore Beach anuncia-se como o local indicado. Tudo parece perfeito... até que, certa noite, rebenta tempestade.

Opinião:
 Finalmente ao fim de 2 meses consegui terminar "A Última Noite em Tremore Beach".
 Este foi provavelmente o livro que mais me custou a ler, desde a primeira página achei que algo não ia correr bem durante a leitura, mas com o passar dos capítulos foi piorando e tornando-se real o meu pressentimento, o livro foi um dos piores que li até agora. Não foi o pior mas foi um deles.
 O livro conta-nos a história de Peter Harper um compositor de bandas sonoras, que após um divórcio complicado decide isolar-se na costa irlandesa, mais propriamente em Tremore Beach. Depois de vários meses na casa da praia sozinho e de ter unicamente a companhia dos seus vizinhos, Leo e Marie, Peter sofre um acidente grave. É atingido na cabeça por um raio. A partir deste momento tudo começa a mudar na sua vida, sonhos muito estranhos, premonitórios, ataques de sonambulismo e medos que nunca antes tinha sentido ou presenciado.
 Durante a leitura começamos a entender como vai ser o final do livro, toda a história se desenrola a volta dos sonhos de Peter e quando chegamos às últimas 70 páginas, já sabemos como será o final.
 Este foi um dos motivos que me levou a não conseguir gostar da história, é extremamente previsível, não existem novidades nem surpresas. Outro dos motivos foi a ação ser muito lenta,em certos momentos parece que se mantém sempre da mesma forma, sem desenvolvimento.
 As personagens em si são muito fáceis de compreender, apesar de eu achar que Peter é muito depressivo e calculista, gosta de saber sempre tudo, tem a curiosidade muito apurada, mas mesmo assim não acredita no seu sexto sentido que lhe poderia ter salvo a vida e transformado por completo o final da história.

 Por todos estes motivos decidi classificar este livro com 3 estrelas. Num princípio pensei que poderia chegar a dar 4 estrelas, mas no final não deu.

A Vossa Gothic Clare

Enviar um comentário