terça-feira, 26 de dezembro de 2017

Não Sou Um Serial Killer - Opinião


Título Original: I Am Not a Serial Killer
Autor: Dan Wells
Nº de páginas: 238
Editora: Contraponto
ISBN: 978-989-666-120-5
P.V.P: 5,00€

Sinopse: John Wayne Cleaver é um rapaz potencialmente perigoso - muito perigoso. E passou toda a sua vida a tentar não cumprir o seu potencial...
É bem-comportado, calado, tímido e reservado, mas incapaz de sentir empatia e de compreender as pessoas que o rodeiam. Prefere conviver com os mortos; o seu trabalho (e o seu passatempo favorito) é embalsamar cadáveres na casa mortuária que pertence à sua família. Além disso, partilhar o nome com um famoso Serial Killer e tem uma obsessão quase incontrolável por psicopatas e assassinos em série. Sob estas circunstâncias, parece que o seu destino está traçado...
Contudo, John Wayne Cleaver é plenamente consciente das suas invulgares características, e quer a todo o custo impedir-se a si mesmo de matar. Para tal, criou um conjunto de regras muito precisas: tenta cultivar apenas pensamentos positivos pelas pessoas que o rodeiam (até pelo bully do liceu), evita criar laços ou interessar-se por elas (tem apenas um amigo da sua idade) e, sobretudo, tenta a todo o custo manter-se afastado do fogo (que gosta de atear), dos animais (que gosta de dissecar) e de locais e vítimas de crimes.
As suas regras vão ser postas à prova quando é encontrado um corpo terrivelmente mutilado - e depois um segundo, e um terceiro. Será que na sua pacata existe uma criatura ainda mais perigosa do que John Wayne Cleaver?

Opinião:
  Mais uma leitura terminada!!!!
 Esta leitura apesar de ter demorado algum tempo a ser terminado, foi uma leitura fantástica e que me recordou que eu deveria ter lido este livro mais cedo. É sem sombra de dúvidas uma trilogia que quero finalizar no próximo ano.
 A história fala sobre um rapaz de 15 anos que quando ainda era uma criança foi diagnosticado com sociopatia. Este rapaz chama-se John Cleaver, sim o mesmo nome do Serial Killer. Desde muito cedo que John luta dia-a-dia contra o seu destino, contra o monstro que existe dentro dele, e para conseguir controlar-se a 100% cria regras que tem que seguir de uma forma muito rigorosa, tanto que só ao fim de vários meses de ter consultas com o seu psicólogo é que lhe conta estas regras e como as segue.
 Mas o destino de John está cada vez mais perto dele, e quando em Clayton, a cidade onde ele vive, começam a acontecer assassinatos de forma indiscriminada, a luta contra o monstro torna-se muito mais difícil. John apesar de se querer manter afastado dos crimes, sente uma necessidade gigante de ver os cadáveres e de saber o que lhes aconteceu. Desta forma começa a traçar um perfil psicológico do assassino e acaba por começar a persegui-lo.
 A história de John vai mudando ao longo da narrativa e a cada página vamos ficando a conhecer um pouco mais o que é a vida de alguém diagnosticado com este transtorno. A verdade é que ninguém sabe o que é até o viver ou conhecer alguém com uma doença destas. Mas com este livro ficamos a conhecer de forma pormenorizada o que é um Sociopata, como age, como é possível um jovem ser considerado um.
 Esta é daquelas histórias que queremos conhecer cada vez mais e acredito que os próximos livro sejam tão bons como o primeiro, ah claro que o final do livro é incrível.
 Aconselho todos os que gostam de terror misturado com fantasia a lerem este livro, pois acredito vivamente que vão adorar.
 É uma mistura sempre presente de Terror, mas a fantasia é um ponto essencial nesta história e sem ela nunca poderíamos ter  este resultado final.

 A minha avaliação é sem sombra de dúvidas 5 estrelas, um grande livro, uma grande história e personagens extraordinárias que vamos querer conhecer página atrás de página. 

A Vossa Gothic Clare
Enviar um comentário