sábado, 18 de novembro de 2017

Fairy Oak - O Segredo das Gémeas | Opinião


Título Original: Fairy Oak - Il Segreto delle Gemelle
Autor: Elisabetta Gnone
Nº de Páginas: 281
Editora: Everest
ISBN:978-989-50-0680-9
P.V.P: 16,65€
Compra Aqui

Sinopse: Fairy Oak é uma aldeia mágica e antiga, escondida entre os intervalos de um tempo imortal. Para a encontrar, é necessário viajar por entre os planaltos escoceses e os rochedos da Normandia, por um vale florido da Bretanha, entre os prados verdes irlandeses e as baías do oceano.
A aldeia é habitada por criaturas mágicas e seres humanos, mas é difícil distinguir-se uns dos outros. Crianças, fadas, magos, feiticeiras e cidadãos comuns habitam naquelas casas de pedra há tanto tempo, que já não reparam nas suas diferenças. Com o passar do tempo, foram-se assemelhando um pouco! As fadas são muitas, são pequenas, luminosas... e voam! Os magos e as feiticeiras do vale chamam-nas para cuidar das crianças da aldeia.
Esta história é contada precisamente por uma delas: Feli, a fada das gémeas Baunilha e  Pervinca.

Opinião: Fairy Oak é uma aldeia onde seres mágicos e humanos (não-mágicos) vivem em paz e harmonia. Este livro é o diário de uma fada baby-sister chamada felizeusereivolodirei, mas conhecida como Feli. 
Feli é enviada para o vale do verdeplano onde será encarregada de tomar conta de duas bebés que em breve iriam nascer, duas gémeas que com o passar dos anos irão mostrar que não são tão iguais quanto todos pensavam, estas gémeas são Baunilha e Pervinca.
Baunilha e Pervinca nasceram com uma diferença de 12 horas uma da outro. Primeiro veio Pervinca à meia-noite em ponto e depois Baunilha ao meio-dia em ponto. Mas elas não se diferenciam só pela distância de horas que as separam!
As gémeas são bruxinhas, mas um pouco doidas :D
Com o passar dos anos, Tomelilla, tia das meninas, começa a ficar preocupada pois não vê sinais de magia nelas, mas quando as meninas estavam no seu décimo aniversário, e os dentes molares acabam de nascer estes sinais começam a aparecer e tudo vai mudar no vale do verdeplano.
Um inimigo terrível irá aparecer e tentar destruir tudo no seu caminho. Todos têm de lutar contra ele, mas ninguém imagina que está luta irá revelar muitas incoerências.
Mas para saberem mais terão de ler o livro, ah pois ..... achavam que vos ia contar tudo? Nem pensar ainda existe muito a revelar e os segredos mantêm-se vivos até à leitura desta fantástica história contada por Feli.. Venham e descubram tudo.

Adorei este livro, está lindíssimo não só em aspecto mas também na escrita.
A história é muito simples de entender e muito fácil para as crianças gostarem , e os adultos também.
A componente mágica que o livro tem, deixa qualquer um estarrecido. Durante a leitura vamos conhecendo muitas personagens e as suas características. Podemos dizer que Elisabetta Gnone adora caracterizar e sabe fazê-lo muito bem e muito detalhadamente.
Mas não é só de magia que o livro fala, ah pois não. Com esta história aprendemos algumas lições, mas existe uma que se destaca desde o princípio e que é muito importante:
O amor entre a família, em especial entre irmãos. Com este livro ficamos a conhecer duas gémeas que a nível de feitios são muitos diferentes, mas que apesar de todas as advertências e obstáculos por que têm que passar, o que elas sentem uma pela outro é mais forte e nada poderá destruir isso, muito menos coisas parvinhas (como diria Baunilha).
Relativamente às personagens gostei muito da Pervinca, apesar de ter algumas atitudes incorretas, mas a verdade é que adorei Baunilha e identifico-me muito com a personagem dela, não em tudo mas em certas coisas. Baunilha é uma menina muito doce, que adora o dia e o sol, detesta a noite e morre de medo, é apaixonada pelos animais e acha-os a todos muito simpáticos e amigáveis, Baunilha detesta a mentira e está constantemente contra a irmã nisso.
Por outro lado Pervinca é muito dona de si mesma, adora a noite, é muito forte mas ao mesmo tempo muito tristonha pois acha que ela tem sempre que esperar por tudo e a irmã não, é uma menina que às vezes se esquece que não é a única no mundo, mas ao mesmo tempo é muito amiga dos seus amigos, é simpática e muito brincalhona, adora pregar partidas a todos.
A personagem que menos gostei foi a da Scarlet, esta menina é uma humana não-mágica que detesta as gémeas, faz de tudo para as irritar, é uma menina muito cínica, mentirosa, metida (adora meter-se na vida dos outros), acha-se a princesa do vale por o pai ser o presidente da câmara e quer ser sempre convidada para todas as festas, se souber que irá acontecer uma festa e ela não foi convidada é capaz de roubar o convite a alguém e aparecer na festa . Pata mim é uma menina muito má.
No geral amei o livro e quero muito arranjar o próximo volume, apesar de ser car, mas ainda hei-de comprá-lo.
Por isso pessoal já sabem se ficaram curiosos por esta história toca a ler e a dar a vossa opinião, acreditem que vai valer a pena. :D

A minha avaliação : 5 estrelas

A Vossa Gothic Clare

Enviar um comentário