segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Renato Seabra: A Queda de um Anjo


Título: Renato Seabra - A Queda de um Anjo
Autor: Rodrigo Freixo
Nº de Páginas: 159
Editora: Cadernos de Hoje
Preço: 4,90€

Sinopse:
  Bastou um clique no computador, uma mensagem enviada quase a medo, para que Renato Seabra selasse para sempre o seu trágico futuro. Foram apenas algumas palavras, inocentemente dirigidas a Carlos Castro, um homem temido e poderoso - mas que puseram em marcha as cruéis rodas do destino.
  Aquelas simples linhas gritavam alto a ambição de Renato, um rapaz tímido, de olhar sério, mas que secretamente sonhava conquistar o mundo. O menino de Cantanhede, gordinho e feliz na infância, fizera-se entretanto um rapaz bonito, um cisne negro, cortejado, desejado. Mas aquele corpo, aquele sonho, foram-lhe fatais.
  A Queda de um Anjo é uma história que nos leva de uma pequena cidade portuguesa a Nova Iorque, o centro do universo. Um drama de contornos arrepiantes, sobre um mundo que não perdoa os inocentes, feito de luzes, flashes, desfiles e passarelles, glamour e ilusões desfeitas.
  Rodrigo Freixo, jornalista da Caras, acompanhou o caso desde o primeiro instante.       Testemunhou todos os momentos cruciais em Nova Iorque, desde o espalhar das cinzas às audiências no tribunal - e até estava no aeroporto quando, inesperadamente, as famílias de Renato e Carlos Castro se encontraram.
  Neste livro o autor relata-nos tudo o que viu, ouviu, filmou e fotografou. E na companhia dele, e das imagens que nos oferece, reconstruímos esse misterioso puzzle de um crime pavoroso - um momento de loucura, duas vidas destruídas, e a história de um amor escrita com sangue. 

Opinião: É um bom livro, mas na minha opinião poderia ter um pouco mais de informação, o período de escrita do livro, apesar de já ser muito longo, poderia ter tido uma continuação depois de Renato Seabra ter sido transferido para Rikers Island, o que ele estava e está a viver (já que jornalistas podem pedir autorizações especiais de visita), como é o seu dia-a-dia, e se já tivesse ocorrido a audiência final o tempo de pena a que ele foi condenado e se seria transferido para uma outra prisão ou não. Passados 5 anos a informação mantém-se a mesma.
Apesar de tudo isto, o livro está muito bem escrito, o contexto, o tempo e o lugar bem colocados. Depois de tantos messes passados depois do homicídio de Carlos Castro, tenho que dar os parabéns ao jornalista Rodrigo Freixo por nunca ter desistido de saber tudo o que ocorreu e não só o que aconteceu a Castro mas também como foi a vida de Renato depois de ter admitido que tinha assassinado Carlos Castro.

A nível de avaliação dei 3 estrelas

A vossa Gothic Clare
Enviar um comentário