segunda-feira, 21 de março de 2016

Morte em Viena


Título Original : A Death in Vienna
Autor: Daniel Silva
Nº de Páginas : 414
Editora: Bertrand Editora

Autor: Daniel Silva foi jornalista e trabalhou para a UPI, primeiro em Washington e depois no Cairo, como correspondente para o Médio Oriente. Neste período cobriu diversos conflitos políticos e a guerra Irão-Iraque. Conheceu a sua mulher, correspondente da NBC, e regressaram aos EUA, onde Daniel Silva foi produtor da CNN durante vários anos. Em 1997, logo após o êxito do seu primeiro livro, The Unlikely Spy, Daniel Silva resolveu dedicar-se por completo à escrita, tendo entretanto publicado diversos bestsellers mundiais.

Sipnose : Restaurador de arte e espião ocasional, Gabriel Allon é enviado a Viena para descobrir a verdade por detrás do atentado bombista que vitimou um velho amigo. Ao fazê-lo, descobre algo que vira todo o seu mundo do avesso: um rosto, um rosto que parece assustadoramente familiar, um rosto que o gela até aos ossos e que o faz querer saber mais.
Porém, cada descoberta que faz apenas suscita mais perguntas; cada camada que desvenda apenas mostra mais camadas por debaixo. Finalmente, começa a surgir uma imagem, e que é mais terrível do que ele alguma vez poderia pensar: um Mal que lança os seus tentáculos há mais de sessenta anos sobre milhares de pessoas e sobre milhares de pessoas e sobre os seus próprios pesadelos.
Em breve, Allon descobre que terá de procurar não apenas um monstro, mas muitos. E os monstros estão espalhados por todo o lado...

Opinião: Um livro espantoso e que nos leva a imaginar tudo o que os judeus tiveram que viver durante o holocausto e a forma horrenda como milhões foram mortos.
Também podemos tomar consciência de que muitos criminosos de guerra escaparam ilesos dos crimes que cometeram nos campos de concentração. Mas também conseguimos ficar a saber no fim do livro que alguns destes criminosos foram condenados pelos seus atos e tiveram que viver o resto da vida com a morte de muitos nas suas mãos.
Finalmente apesar de não ter lido os livros que antecederam "Morte em Viena", encontrei neste livro um gatilho para continuar a ler Daniel Silva, que me fascinou com a sua escrita e pormenor em cada detalhe do livro e a cada momento da ação.
Durante todo o livro o que me levou a conseguir ler o livro até o fim foi sem dúvida toda a história referente ao holocausto.
Aconselho este livro a todos os que gostam de História e que querem ficar a conhecer um momento como este do passado, mas claro que antes devem ler "O assassino Inglês" e "O Confessor".

A vossa Gothic Clare

Enviar um comentário