terça-feira, 19 de janeiro de 2016

O Diário da nossa paixão


Título : O Diário da nossa paixão
Título Original : The Notebook
Nº de páginas: 158
Editora : Editorial Presença

Sipnose: Todas as manhãs ele lê para ela, de um caderno desbotado pelo tempo. Uma história que ela não recorda nem compreende. Um ritual que se repete diariamente no lar dos idosos onde ambos vivem agora. Mas pouco a pouco, ela deixa-se envolver pela magia da presença dele, das palavras que lhe lê, pela ternura... e o milagre acontece. A paixão renasce, transpõe o abismo do tempo, das memórias perdidas e, por instantes, ela volta para ele.
Apesar da doença. No caderno está escrita a história de um simples rapaz sulista e de uma rapariga destinada a brilhar na alta sociedade. A história de uma primeira paixão, clara como uma manhã orvalhada. Afastados depois pelas implacáveis exigências das diferenças sociais. Catorze anos mais tarde reencontram-se. Ele é um sobrevivente da guerra e ela está a poucos dias de tornar-se a mulher de outro homem. Mas terá o amor poder suficiente para os unir, desta vez? Um livro surpreendente e arrebatador, delicado e comovente como há muito já não se encontrava na literatura das últimas décadas.

Opinião: O diário da nossa paixão, é um romance que relata a história dos avós da mulher de Nicholas Sparks, que adiaram o seu amor durante vários anos, prolongando-o, no entanto, até à velhice.
Quando comecei a ler este livro estava um pouco receosa de não gostar, pois não sou muito fã de romances, mas a verdade é que me rendi a Nicholas Sparks , o livro é lindo, a escrita fantástica.
Logo no início do livro percebemos que a história começa já com as personagens principais a viverem a sua velhice, mas não conseguimos decifrar se a sua vida foi em conjunto ou separados, mas é no momento em que Noah volta a ler o livro de apontamentos a Allie, que entendemos que ele espera um milagre, o de ela se lembrar de quem ele é.
Durante toda a leitura do livro de apontamentos ficamos a conhecer toda a história de amor entre Noah e Allie, que também passa pela luta de Noah em poder perder Allie para Lon, aquele que era o noivo dela.
Quando acaba de ler o livro de apontamentos, ficamos na dúvida relativamente à escolha de Allie - Noah ou Lon - mas logo a seguir temos novas pistas.
Descobrimos que Allie e Noah estão a viver num lar e que estão os dois doentes e nos "momentos finais", Allie com Alzeimer em estado avançado e Noah com artrites nos ossos. Mas mesmo estando Allie numa face difícil descobrimos que estiveram casados cerca de 49 anos e que mesmo no fim ela ainda se consegue lembrar de Noah.
Finalmente Noah sofre de uma trombose e quando ninguém tinha esperanças ele melhorou pelo amor que tem por Allie e para a poder voltar a ver e a beijar nem que seja por uma última vez.
No final do livro, achei que esta história nunca teria fim, um amor único e que sobrevive a tudo, até à doença, com este romance ri, chorei e desejei que o fim chegasse o mais rápido possível para descobrir o que tinha acontecido a Noah e a Allie.
Sem dúvida alguma um livro maravilhoso, a votação para esta leitura é de 10

A vossa Gothic Clare

Enviar um comentário